Nota de Repúdio

Helenilson é mais uma vítima do Estado racista

Basta de genocídio da juventude negra!

Com enorme lamentação e indignação, o Fórum das Juventudes da Grande Belo Horizonte se pronuncia nesta nota por mais uma morte de um jovem negro da periferia de Belo Horizonte. Na tarde da última segunda feira (26/11/2012), havia presença ostensiva da polícia no Aglomerado da Serra, região Centro-Sul, com viaturas, policiais fortemente armados e helicópteros sobrevoando a área. Por volta das 16h, o jovem morador Helenilson Eustáquio da Silva, de 24 anos, negro, servente de pedreiro, foi executado com um tiro por um policial do GEPAR (Grupo Especializado de Policiamento em Áreas de Risco) em um beco da Vila Marçola.

Em menos de dois anos, a história se repete. Em fevereiro de 2011, dois moradores foram mortos de maneira covarde, também pela polícia, no mesmo Aglomerado. É inadmissível a criminalização da vítima e da população do Aglomerado da Serra, que tenta, de alguma maneira, dar visibilidade para a revoltante morte do jovem.

Sob o lema de mobilização do Fórum pelo enfrentamento à violência contra as juventudes, expresso em nossa agenda de lutas, exigimos a responsabilização do Estado por mais essa morte e solicitamos os pronunciamentos da Coordenadoria Municipal de Juventude, da Subsecretaria Estadual de Juventude, do Conselho Estadual de Juventude e da Secretaria de Estado de Defesa Social. O genocídio da juventude negra e periférica, a morte de Helenilson e de tantos outros jovens pelas forças de segurança é responsabilidade do Estado. É preciso por fim à violência contra a juventude negra e pobre! Denunciamos a recorrência dos homicídios provocados por policiais no Aglomerado da Serra e exigimos a imediata apuração dos acontecimentos junto à população, com a devida punição dos responsáveis.

 

Também assinam esta nota:

  • Agenda Territorial de Desenvolvimento Integrado de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos do Estado de Minas Gerais
  • Analise da Silva – professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Daniel Antônio Gomes Cruz – mestrando em Antropologia da Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Fórum Metropolitano de Educação de Jovens e Adultos (EJA) – BH
  • Fórum Mineiro de Educação de Jovens e Adultos (EJA)
  • Núcleo Conexões de Saberes da UFMG
  • Rodrigo Ednilson de Jesus – professor da Faculdade de Educação (FAE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

 

Se você tiver interesse em assinar esta nota conosco, envie um e-mail para forumdasjuventudes@gmail.com.