Fórum e AIC realizam novo encontro sobre a campanha pelo fim da violência contra as juventudes

Fórum e AIC realizam novo encontro sobre a campanha pelo fim da violência contra as juventudes

Como chamar a atenção das pessoas para a realidade da violência contra os/as jovens? Como evidenciar os diferentes tipos de violência, como o racismo, o machismo e a homofobia, por exemplo, sem perder de vista a condição juvenil das vítimas? Como provocar reflexão, indignação e mudanças de atitude em relação a esse problema? Como representar tudo isso em imagens e palavras?

Encontro aconteceu na sede da Associação Imagem Comunitária, uma das parceiras da campanha, e contou com a presença de aproximadamente 30 pessoas.

Esses foram alguns dos desafios discutidos pelos participantes do 2º encontro ampliado sobre a Campanha Colaborativa de Enfrentamento à Violência contra as Juventudes, realizado no último dia 2 de março, na sede da Associação Imagem Comunitária (AIC). Além de trocar ideias sobre a abordagem da campanha e avaliar uma proposta prévia de identidade visual, os participantes foram fotografados e fizeram intervenções em suas próprias imagens, imprimindo marcas pessoais e dando novos sentidos ao trabalho. Durante o encontro, também foram compartilhadas sugestões de atividades e possibilidades de parceria para o lançamento e a difusão da campanha.

Os próximos passos do processo de criação serão a finalização da identidade

Participantes fizeram intervenções em suas fotografias a partir de suas experiências em relação à violência contra as juventudes.

visual, levando em conta as contribuições colhidas no encontro ampliado, e a produção das peças midiáticas. O lançamento está previsto para o mês de maio.

Saiba mais

A Campanha Colaborativa de Enfrentamento à Violência contra as Juventudes é uma iniciativa do Fórum das Juventudes da Grande BH, em parceria com a AIC, e baseada na agenda política do Fórum. A iniciativa busca visibilizar e denunciar o fenômeno da violência contra as juventudes na Grande BH, em suas várias formas – física, simbólica, sexual, psicológica, entre outras –, compreendendo a violência como a não garantia de direitos; além de informar a população jovem sobre as várias formas de violência que são cometidas contra as juventudes. A campanha também tem por objetivo sensibilizar agentes e gestores públicos da Grande BH para a promoção de ações de enfrentamento à violência contra as juventudes nas diversas políticas públicas; e mobilizar jovens e organizações da sociedade civil para que promovam ações de enfrentamento à violência contra as juventudes em grupos culturais, centros comunitários, escolas, praças, entre outros espaços.

Os encontros ampliados são eventos abertos de debate e mobilização de jovens e defensores dos direitos juvenis para a construção conjunta da campanha colaborativa. O primeiro deles foi realizado em novembro do ano passado. Leia mais.

Participantes fizeram intervenções em suas fotografias a partir de suas experiências em relação à violência contra as juventudes.

Para ver outras fotos do evento, acesse nossa página no Facebook.