Em encontro promovido pela Campanha, jovens de Sabará debatem violência contras as juventudes

IMG_3026

A ONG Ação Faça uma Família Feliz (AFFAS) incentiva a formação de grupos juvenis no município de Sabará.

Na manhã do dia 9 de novembro, a ONG Ação Faça uma Família Feliz (AFFAS), de Sabará, acolheu mais um dos encontros formativos da campanha “Juventudes contra Violência”. Mais de vinte pessoas participaram do evento, entre adolescentes e jovens atendidos pelos projetos da AFFAS, funcionários e voluntários da instituição. O objetivo dessa série de encontros é sensibilizar jovens para as diferentes manifestações da violência, além de convidá-los a se tornarem multiplicadores da campanha junto a familiares, amigos e comunidade. O encontro é conduzido a partir de jogos, dinâmicas e discussões mediadas.

Os participantes realçaram que a violência é uma construção social e que, portanto, não deve ser entendida como algo já dado: “ela não nasce com a gente; adquirimos com o tempo”, disse um dos adolescentes. Além disso, pontuaram que os meios de comunicação alimentam a cultura da violência.

Um dos jovens comentou que a violência está presente em todos os espaços, independentemente de origem ou classe social das pessoas. Um dos educadores problematizou essa fala, lembrando que alguns extratos da população estão ainda mais vulneráveis a determinadas formas de violência, a exemplo dos moradores de periferia. O mediador buscou, também, desconstruir discursos de culpabilização da vítima e de justificativa de atitude violentas, quando alguns participantes afirmaram que certas mulheres parecem “gostar de apanhar”.

Outra forma de violência em debate foi aquela impetrada pelo Estado, quando os governos optam por priorizar determinados investimentos em detrimento de outros. “A partir do momento em que o governo promove eventos como Olimpíadas e Copa do Mundo, que são caríssimos, pode gerar violência. Muitas crianças não vão à escola, pode haver falta de remédios… Isso é inversão de valores”, justificou um dos presentes. A ação truculenta de policiais sobre manifestantes também foi citada como uma postura violenta. “Em manifestações, por exemplo, a polícia está ali em nome do governo”, argumentou um adolescente.

Veja outras fotos do encontro em nossa página no Facebook.

AFFAS
Localizada no bairro General Carneiro, em Sabará, a AFFAS atende crianças, jovens, adolescentes e adultos com oficinas esportivas e temáticas, cursos profissionalizantes e pré-vestibular. A ONG atua em parceria com diferentes equipamentos sociais do município, como o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e associações comunitárias locais. Atualmente, a AFFAS dá suporte ao Fórum de Economia Popular Solidária.

A campanha
“Juventudes contra Violência” é uma campanha de repúdio às violações dos direitos juvenis e de mobilização social pelo fim da violência contra a população jovem de Belo Horizonte e cidades da Região Metropolitana. Lançada em maio deste ano, a iniciativa foi construída de maneira colaborativa junto a diversos grupos, movimentos e entidades formadas por jovens ou que desenvolvem atividades com juventudes.

Desde o início de 2012, o enfrentamento à violência contra as juventudes é a principal bandeira de lutas do Fórum das Juventudes da Grande BH. Em novembro desse mesmo ano, o Fórum lançou a Agenda de Enfrentamento à Violência contra as Juventudes, documento que apresenta um diagnóstico sobre o fenômeno da violência contra as juventudes no contexto local e levanta prioridades para as políticas públicas. A Agenda serviu de base para a construção da campanha colaborativa e segue sendo a principal referência das outras atividades do Fórum.

Em 2013, o Fórum conta com a parceria do Instituto C&A, por meio do Programa Redes e Alianças.