Fórum participa da V Conferência Municipal de Juventude e elege representante para a etapa estadual

???????????????????????????????

Thamires Duarte e Paola Abreu, integrantes do Fórum, participaram da mesa de abertura da conferência.

A Prefeitura de Belo Horizonte realizou, nos dias 11 e 12 setembro, no Centro de Referência de Juventude (CRJ), a 5ª Conferência Municipal de Juventude, que reuniu jovens de diversos territórios, grupos, coletivos e movimentos da cidade.

Na abertura do evento, após as falas institucionais de representantes dos governos estadual e municipal, duas integrantes do Fórum das Juventudes da Grande BH, Thamires Duarte e Paola Abreu – eleita conselheira na Plenária Regional do Barreiro para a próxima gestão –, fizeram falas sobre a trajetória de lutas do Fórum e o cenário social de violação de direitos das juventudes que vivem na capital e na Região Metropolitana. O genocídio da juventude negra e periférica, os conflitos na luta histórica pela construção do CRJ e os desafios de democratização e efetivação de propostas da conferência foram alguns dos temas abordados. Destacou-se, ainda, a necessidade de se potencializar profundas transformações sociais na realidade juvenil, promovendo o empoderamento dos/as jovens na perspectiva da democratização da vida.

???????????????????????????????

Conselheiros/as regionais de juventude eleitos/as durante as plenárias regionais.

A noite de abertura também foi marcada pela atmosfera do rap, que transformou o espaço com sua poética e contagiou as pessoas ao final do evento, terminando com dança e música.

No sábado, o dia foi de intenso debate, iniciado com aprovação do regimento interno da conferência, divisão de grupos de trabalho e, posteriormente, debate e deliberações na plenária final. Os grupos foram divididos pelos seguintes temas: direitos humanos, cultura, qualidade de vida, trabalho e renda e educação. Todos definiram propostas para serem apreciadas pela plenária. Propostas urgentes como a desmilitarização das polícias, a necessidade de que o Conselho Municipal de Juventude seja deliberativo e não apenas consultivo e o respeito ao nome social de travestis e transexuais foram aprovadas.

Em seguida, foi realizada a eleição das/os conselheiras/os municipais setoriais e das/os delegadas/os para a Conferência Estadual de Juventude de Minas Gerais, em que Thamires Duarte, integrante do Fórum e do Observatório da Juventude da UFMG, foi eleita.

A conferência foi um momento político interessante de discussão e elaboração de propostas, mas ainda apresenta muitos desafios e dificuldades para ser um espaço realmente aberto, autônomo e inclusivo, assim como o próprio Conselho Municipal de Juventude. O Fórum defende a radicalização da democracia nos espaços de participação!