Encerramento da Mostra Cinema e Direitos Humanos reúne adolescentes privados de liberdade no SESC Palladium

IMG_5641

Exibições de fotos, vídeos e apresentações de rap e de funk marcaram o encerramento da Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul em dois centros de internação socioeducativos masculinos da Grande BH. A atividade aconteceu na sexta-feira, dia 27 de março, no cinema de bolso do SESC Palladium, e contou com a presença de mais de 30 adolescentes em privação de liberdade nessas instituições. Também participaram do evento os organizadores/as da Mostra, técnicos/as dos dois centros e integrantes da Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (SUASE) da Secretaria de Estado de Defesa Social, responsável pela administração das instituições.

Os materiais apresentados durante o encerramento são resultado das oficinas de produção midiática que acompanharam as exibições da Mostra, que aconteceu durante a última semana de fevereiro e em todo mês de março no centro Santa Clara, bairro Capitão Eduardo, em Belo Horizonte; e no centro Justinópolis, em Ribeirão das Neves. Os adolescentes também foram convidados a cantar raps próprios e mandar rimas em freestyle, além de compartilhar impressões sobre sua participação na Mostra. Ao final das atividades, foi montada uma exposição fotográfica no foyer do cinema, acompanhada de um coquetel de encerramento.

IMG_5602

IMG_5626

No decorrer da Mostra, foram exibidos os filmes A vizinhança do Tigre (2014), de Affonso Uchoa; o curta Sophia (2013), de Kennel Rógis; e o documentário Pelas Janelas, de Carol Perdigão, Guilherme Farkas, Sofia Maldonado e Will Domingos. As produções realizadas nas oficinas de comunicação dialogavam com os temas dos filmes exibidos. “Foi um processo de intenso diálogo entre os filmes, a realidade dos adolescentes e a temática dos Direitos Humanos. A produção do material midiático revelou a possibilidade de discutir, sem rodeiros e de maneira sincera, questões como racismo e violência policial, que são fatos cotidianos na vida desses adolescentes privados de liberdade. Foi uma proposta piloto que funcionou positivamente e que podemos expandir caso consigamos envolver mais parceiros nessa empreitada”, avalia o jornalista Bruno Vieira, integrante do Fórum das Juventudes da Grande BH, do Coletivo Conexão Periférica e um dos educadores da Mostra.

A realização da Mostra nesses centros foi uma parceria entre o Círculo do Socioeducativo das Brigadas Populares e o Fórum das Juventudes da Grande BH.

Saiba mais sobre os encontros da Mostra:

> Primeira sessão – http://migre.me/pu0Ci

> Segunda sessão – http://migre.me/pu0Du

> Terceira sessão – http://migre.me/pu0ET

> Quarta sessão – http://migre.me/pu0Gv

Projeto Democratizando

Os filmes exibidos durante a Mostra integram o kit do Projeto Democratizando, elaborado pela produção da 9ª Mostra Cinemas e Direitos Humanos no Hemisfério Sul, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Por meio desse edital, espaços comunitários em todo o país se inscreveram para receber o kit, que busca suscitar o debate sobre os Direitos Humanos em locais diferentes do circuito oficial de exibição da Mostra. A proposta do Círculo do Socioeducativo e do Fórum foi uma das contempladas pelo Projeto, que abriga mais de 970 pontos de exibição em todo o país entre os meses de janeiro e março.

Veja mais fotos em nosso álbum do Facebook.